Objetivo

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Sobre Ensinar e Aprender



A vida às vezes é muito injusta
Já ensinei várias coisas a várias pessoas
Assim como várias pessoas já me ensinaram várias coisas
Português, matemática
A ouvir uma nova banda
A pentear os cabelos para o outro lado
A saborear comidas que jamais imaginei colocar na boca
A trocar fralda de bebê
A apreciar a beleza de uma noite de lua cheia
A distribuir sorrisos no lugar de lágrimas
A calar quando o coração quer falar
Etc, etc, e etc...
Mas o lado chato de tudo isso
É que o que eu mais gostaria não é possível ensinar
Não há como ensinar alguém a amar
E nem a escrever sentimentos em seu coração
A partir daí surgiu o conformismo
Que é a difícil arte de aceitar aquilo que não se pode modificar
O amor que parte sem sequer dizer adeus
A decepção que se instala no coração pela ida do outro
E saber que o outro está com outro que o merece menos que você
A voz que se cala no peito quando tudo está perdido
A vida que perde o sentido longe dos braços amados...
É, aceitar é uma arte muito difícil mesmo
Agüentar calado uma dor insuportável
Cantar tristes versos de amor ao vento
Sentir alegria pelo simples fato de ver seu grande amor feliz
Mesmo sendo longe de você, com outro amor
Ter de viver sem querer viver
Ter que superar a dor da despedida
E a pontada fria do triste adeus...
Aceitar...
Aceitar que os dias já não mais serão os mesmos
Que a cama estará sempre fria quando a noite chegar
Que os dias da semana serão tristes sem a ansiedade da espera
E que os finais de semana serão vazios sem aquela presença especial
Que o amor do outro se foi, enquanto o seu ainda está intacto
Que a sensação do “nunca mais” te acompanhará por muito tempo
E que o adeus tem um gosto amargo que nunca se esquece...
Descobri também que não se pode ensinar a esquecer
Simplesmente porque esquecer não é uma escolha
As lembranças deixam marcas fortes, como as cicatrizes
Que, embora já não doam mais, ali permanecem
E sempre que são vistas, trazem a memória do que aconteceu
Mesmo que seja somente uma vaga memória...

3 comentários:

Zololkis disse...

See Please Here

>>>DiiiH disse...

Que lindooo esse post!!!

hehehehe...

Adorooo seus textos, que expressam seus sentimentos em muitos deles!!!

Bjaummm Naaah!!!
Adorooo!!!

;D

>>>DiiiH disse...

Aaaahh q isso naah, relaxaaa!!!
Sempre qdo da tb eu to aki!!!
XD

Ehh vdd, no começo o trampo eh tudo uma maravilha, soh kero ver eu uns 2 meses jah na empresa, atendendo uns doidos da vida, haushuahsuhashu...
sera q vou mudaa?? espero q naoo!!!
XD

Economia eh complicadinho msm, se nao intende o q ele fala em aula, eskecee...ainda mais q o veio eh detalhista...:S
Mas to nem ai, vo escreve o q intendi com as minhas palavras...hehehe...

Bjooo Naahh!!!
;D